home » Blog » O Ghost Span é a praga da vez, você sabe o que é ?

O Ghost Span é a praga da vez, você sabe o que é ?

Ghost Spam é a praga da vez - DIG marketing digital

O spam no Google Analytics (GA) está se tornando um problema sério. Devido a um dilúvio de “spam de referência” a partir de botões sociais, sites adultos e muitas outras fontes. As pessoas estão começando a ter problemas por ter que configurar tantos filtros para gerenciar os dados inúteis que estão recebendo e poluindo os relatórios de métricas.

A boa notícia é que você não precisa entrar em  pânico. Este post vai focar os erros mais comuns que as pessoas fazem na luta contra spam no GA e vai explicar uma maneira eficiente de evitá-lo.

Mas primeiro, vamos ter certeza de que entendemos como funciona o Spam.

Alguns meses atrás, Jared Gardner escreveu um excelente artigo explicando o que é o spam de referência, incluindo a sua finalidade. Ele também apontou alguns grandes exemplos de spams referência.

Tipos de spam

O spam no Google Analytics pode ser dividido em duas categorias: Ghosts e Crawlers.
Veja abaixo a descrição de cada um deles e como eles funcionam.

Ghosts Spam

A grande maioria dos spams é deste tipo. Eles são chamados de Ghosts (fantasmas em inglês) porque este nunca acessa o seu site. É importante manter isso em mente, pois é a chave para criar uma solução mais eficiente para o gerenciamento de spam.

Tão incomum quanto parece, este tipo de spam não tem qualquer interação com seu site. Você pode se perguntar como isso é possível, já que um dos principais objetivos do GA é rastrear visitas aos nossos sites.

Eles fazem isso utilizando o Protocolos de Avaliação, o que permite às pessoas enviar dados diretamente para os servidores do Google Analytics. Usando este método, e também códigos de controle provavelmente gerados aleatoriamente (UA-XXXXX-1),  os spammers registram uma “visita” com dados falsos, sem sequer saber em que site eles estão atingindo.

Como funciona o Ghost Spam - DIG Links Patrocinados

Crawlers Referal Spam

Este tipo de spam, o oposto do Ghost Spam, de fato acessa o seu website. Como o nome indica, estes spam bots rastreiam suas páginas, ignorando as regras configuradas no arquivo robots.txt que supostamente deveriam impedi-los de ler o seu site. Quando saem do seu site, eles deixam um registro semelhante a uma visita legítima em seus relatórios  do GA.
Crawlers são mais difíceis de identificar porque eles sabem as suas metas e utilizam dados reais. Mas também é verdade que novos Crawlers raramente aparecem. Então, se você encontrar nos seus relatórios do GA uma referência suspeita, pesquisar no Google se ela existe ou verificar se consta nessa lista pode ajudá-lo a decidir se é ou não spam.

Ok, mas o que fazer para resolver ?

A maioria das pessoas tropeça em três erros mais comuns ao lidar com o Ghost Spam, como bloquear no arquivo .htaccess, usar listas de exclusão de “referrals” ou mesmo alimentar a preocupação de que o problema se reflete na Taxa de Rejeição.

Saiba mais sobre os erros mais comuns ao lidar com os Ghost Spams… Clique aqui !

Solicite uma avaliação graúíta sobre a situação da sua presença digital. Vamos enviar um PDF com informações diversas como links de referência, backlinks, palavras-chave e mais...

Site da empresa*

Nome*

E-mail*

Telefone*

Área de atuação da empresa*

Cargo na empresa*

Solicite sua avaliação... Você não estará assumindo nenhum compromisso com a DIG mkt digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *